Central de dúvidas frequentes

Central de Dúvidas Frequentes

[text_block style=”style_1.png” align=”left” width=”460″]01 – O que acontece quando às vezes eu não sinto nada nas mãos?

 

Vários podem ser os motivos. Se o seu envolvimento com a agitação do dia a dia for grande, a sua sensibilidade às impressões ambientais que o invadem estará debilitada, de modo que dificilmente você conseguirá evitar a distração. Isto, entretanto, reduz a sua sensibilidade às sensações mais sutis (como o fluxo da energia Reiki).Em outras palavras, você mal perceberá o fluxo da energia Reiki, ou simplesmente não a sentirá. Se reservar algum tempo para relaxar, começará a sentir a energia novamente.
Outro motivo pode ser que você tenha recebido a iniciação de Nível I de Reiki muito recentemente. Suas faculdades de percepção podem não ter tido uma oportunidade de se desenvolverem suficientemente para perceber a energia Reiki. Se trabalhar com o Reiki regularmente, isto mudará.
Finalmente, o motivo pode ser que a energia simplesmente não esteja fluindo. Como você sabe, a energia Reiki é “puxada” pelo receptor, se ele tiver algum bloqueio inconsciente ou se não precisar de energia, pode não haver fluxo, e esta pode ser a razão de você não sentir nada.

02 – Como explicar que às vezes, quando aplico Reiki, parece que nada acontece?

 

Alguma coisa sempre acontece quando o Reiki flui para um ser vivo, mas talvez seja alguma coisa bem diferente do que você esperava. O Reiki sempre age a seu modo, e você só pode exercer alguma influência dentro de limites muito estreitos. O seguinte exemplo ilustra este ponto: imaginemos que você queira ajudar alguém a parar de fumar, mas embora lhe aplique Reiki, nada acontece. De repente, porém, o seu cliente começa a gostar de exercícios e passa a jogar tênis algumas semanas depois. Talvez isso seja mais importante, e o parar de fumar seja menos urgente do que vocês dois pensavam.
Se você tratar um distúrbio físico agudo com Reiki e não houver resultados evidentes, o seu cliente deve consultar um especialista médico treinado, imediatamente. Pode acontecer que não haja Reiki suficiente para mudar as coisas para melhor, ou que haja alguma enfermidade orgânica que exija um tratamento cirúrgico ou outro. Quando houver pus ou dor constante aguda, o cliente deve procurar um médico ou um praticante de terapia natural sem maiores experimentações. O Reiki não torna supérfluas as medidas de emergência.

03 – Como proceder se alguém como nossos parentes, amigos ou conhecidos se negam a receber Reiki?

 

O Reiki não dever ser impingido a ninguém contra sua vontade expressa. Afinal, cada um tem direito ao modo de vida que preferir, mas podemos enviá-lo à distância (nível II) para que a pessoa possa quebrar suas resistências e harmonizá-lo. Existem literaturas que dizem que isso é errado, pois estamos tirando o livre arbítrio do indivíduo. Como já dissemos só recebe a energia quem está predisposto a isso, pois se não, a energia não vai influenciá-lo, e como costumo dizer quando desejamos o bem de alguém e pedimos em intenção dessa pessoa, seja com oração, seja com Reiki, com certeza a energia da oração ou do Reiki, só poderá fazer o bem ou nada fazer.

04 – Eu preciso acreditar na energia Reiki para que ela funcione?

 

Não. Se for necessária e aceita pelo subconsciente a energia Reiki é automaticamente transmitida. O Reiki não é um fenômeno psicológico como a hipnose ou a sugestão. Seus efeitos não podem ser explicados pelo efeito placebo ou por qualquer outros. A energia flui, mesmo que o canal não acredite em nada em particular. Tudo acontece automaticamente sem nenhum pré-requisito.

05 – Eu posso prejudicar alguém com o Reiki?

 

Não, não pode. Reiki é amor, e o amor não prejudica ninguém. Mas se você cair vítima da ilusão do poder de ser capaz de curar tudo e todos com a “sua” energia Reiki, e não buscar ou não providenciar a ajuda médica ou terapêutica necessária em situações que a exijam, o seu desejo de exercer o poder realmente causará dano. O Reiki não o livra da responsabilidade com relação a você mesmo e àquele que se entrega a você.

 

06 – O Reiki só funciona se eu antes rezar e depois alisar a aura?

 

O Reiki sempre flui onde quer que seja necessário e onde quer que seja aceito. Não existe nenhuma outra pré-condição. O Reiki é um presente. Não existem restrições envolvidas.

07 – É possível curar todos os tipos de distúrbios com o Reiki?

 

Não. O Reiki pode fazer muito, mas não pode fazer tudo. E também ele não exclui as terapias e os diagnósticos convencionais ou naturopatas; apenas lhes oferece um suporte. Os sintomas de doença grave ou algo semelhante devem ser tratados por especialistas médicos treinados. Nas mãos do leigo, o Reiki deve ser usado principalmente como uma medida profilática ou como um meio de tratamento auxiliar (no caso de doença comprovada, deve-se obedecer às recomendações médicas).

 

08 – Quando me autoaplico Reiki, ele não funciona. Por quê?

 

O Reiki não interfere na sua liberdade individual de escolha. Se, consciente ou subconsciente, você quer que alguma outra pessoa cuide de você, você se fechará ao “seu próprio” Reiki. Nesse caso, você não está interessado em ter o problema resolvido, mas em satisfazer seu desejo de proximidade. Isto é perfeitamente legítimo e você deve aceitá-lo se de fato for o caso. O Reiki não pode e não deve substituir a proximidade humana.[/text_block]

[text_block style=”style_1.png” align=”left” width=”460″]

 

09 – A quantidade de Reiki que flui em todas as pessoas (reikianos) é a mesma?

 

Não. As iniciações ampliam muito a capacidade de cada pessoa de passar a energia vital e as eleva a um nível em que certos efeitos se tornam possíveis. Esta é a abertura básica que acontece, e ela nunca pode ser reduzida. Se você aplicar muitos tratamentos de Reiki, sua capacidade de canalizar essa energia também irá aumentar, tornando-se parte de você e não podendo ser retirada ou limitada.
Através das iniciações ao Segundo e ao Terceiro Graus, a abertura para a Energia Universal Vital se desenvolve ainda mais. O fluxo de energia torna a ser ampliado com os símbolos do Segundo Grau.
As pessoas que usam o Reiki muitas vezes aumentam rapidamente sua energia de força de vida.
O contato regular com a energia Reiki aumenta a criatividade e, juntamente com ela, a expressão ativa do Eu.
Reikianos que aplicam muita energia Reiki, também aumentam sua capacidade de canalizar. É semelhante a exercitar um músculo: quanto mais usa, mais forte fica.

10 – Recentemente, venho me sentindo cansado sempre que aplico Reiki. Qual é a causa?

 

Sempre que passa o Reiki a alguém, você obtém sua parcela de energia. No momento em que você põe as mãos em outra pessoa, processos de purificação são estimulados em seu próprio corpo. Então, a reação de cura consome as energias do corpo enquanto ele está ativo. Aplique-se bastante Reiki para ajudar o seu organismo e dê-se tempo e repouso para crescer. Quanto mais trabalhar com o Reiki, um número tanto menor de reações “sugadoras de energia” irão ocorrer. Seus canais energéticos se tornarão cada vez mais abertos e eficientes.

Outra situação pode ser, que você não se desconecte da pessoa a qual você beneficiou, e fique ligada a ela, sentindo-se mal e percebendo os sintomas negativos da mesma.

11 – Eu tenho medo de interferir no meu Karma ou no Karma da outra pessoa com o Reiki. Isso é possível?

 

A essência do Reiki é o amor e você não pode fazer nada de errado com isso. Se algum peso cármico deve ser liberado através do Reiki, isso é ótimo. É impossível criar novas cargas desse tipo com o Reiki, a menos que a pessoa que o aplica queira realizar sua necessidade de poder. Deve-se fazer uma distinção clara entre as duas. Se eu tentar tratar alguém contra sua vontade, estou criando Karma, não para a outra pessoa, mas para mim. O poder do Reiki faz disso uma certeza.

 

12 – Sinto que o Reiki me faz muito bem, mas simplesmente não reservo tempo para me tratar. Por que sou assim?

 

Que tipo de relação mantém consigo mesmo? É uma relação amorosa? Você se permite usufruir algumas coisas boas da vida? Com frequência este não é o caso nesse tipo de situação. Afirmações como “Eu reservo tempo porque me amo” ou “Eu me amo e gosto de fazer algum bem para mim mesmo” podem ser úteis. Trabalhar com quartzo rosa também é proveitoso. Reserve algum tempo, sente-se e comece a pensar sobre o motivo que o leva a não reservar tempo para tratar a si mesmo. Busque os motivos reais, e ignore a famosa desculpa “Eu simplesmente não tenho tempo”. Em geral, este é o primeiro passo para resolver o problema. Qualquer pessoa com a “síndrome do bom samaritano” terá de enfrentar essa questão mais cedo ou mais tarde, ou simplesmente consumir-se.

13 – Por que o Reiki nos faz sentir relaxados e dá sono?

 

O relaxamento é seguido pela estimulação do metabolismo, visto que uma nova vitalidade flui para o organismo. Repentinamente os processos de desintoxicação ficam revitalizados e em seguida são capazes de eliminar detritos antigos ao mesmo tempo em que impedem o acúmulo de novos refugos. Desse modo, um número cada vez maior de áreas do corpo se abre à energia de força vital e, consequentemente, ao relaxamento.

A Energia Universal Vital relaxa as partes do corpo com as quais ela tem permissão de entrar em contato. A tensão acarreta ansiedade e hostilidade para sua vida; onde quer que haja amor, a hostilidade e a tensão cessam. É por isso que inflamações agudas abrandam sob o efeito do Reiki, pois elas são sintomas de um conflito obrigado a se manifestar quando você resiste à vida, fato esse que cria os bloqueios. O Reiki abre outros caminhos, mais harmoniosos e, no fluir, os bloqueios se dissolvem.

14 – É necessário retirar joias e objetos de metais na hora do tratamento?

 

Não é necessário retirar nada, a não ser que o próprio paciente relate incômodo em permanecer com seus objetos durante a sessão.

 

15 – Por que devemos lavar as mãos antes e depois da aplicação de Reiki?

 

Além do propósito higiênico óbvio, o ato de lavar as mãos tem ainda um significado estético. As mãos tocam continuamente muitas coisas e também transpiram. Nas posições iniciais do tratamento completo, o praticante coloca as mãos diretamente sobre o rosto; ou próximo a ele; o cliente pode sentir imediatamente odores e as próprias mãos através dos nervos faciais, muito sensíveis. Se elas tiverem um cheiro neutro e se não grudam na pele, sem dúvida o tratamento será mais agradável para o receptor.

Outro motivo para lavar as mãos antes e depois do tratamento de Reiki deve ser procurado no plano sutil. O corpo humano é envolvido por um campo de energia, a aura, que desempenha no plano sutil uma função semelhante à que a pele exerce no plano mais denso; ela protege o corpo energético interno e é responsável pela transmissão da informação sutil e das energias que fluem para dentro e para fora do corpo. Como acontece com a superfície da pele, a aura também absorve as impressões das coisas com que ela entra em contato. Essas impressões podem causar irritação em indivíduos sensíveis, mas são facilmente eliminadas com água corrente. Lavando as mãos depois de uma sessão de Reiki, o praticante se livra das impressões que o cliente possa ter lhe transmitido.

Se por algum motivo você não dispuser de água, obtenha o mesmo efeito de limpeza energética, expondo as mãos à chama de uma vela por alguns instantes.[/text_block]


Torne-se Melhor Versão de Sí Mesmo Aqui e Agora Com a Técnica Reiki

Damos valor à sua privacidade

Nós e os nossos parceiros armazenamos ou acedemos a informações dos dispositivos, tais como cookies, e processamos dados pessoais, tais como identificadores exclusivos e informações padrão enviadas pelos dispositivos, para as finalidades descritas abaixo. Poderá clicar para consentir o processamento por nossa parte e pela parte dos nossos parceiros para tais finalidades. Em alternativa, poderá clicar para recusar o consentimento, ou aceder a informações mais pormenorizadas e alterar as suas preferências antes de dar consentimento. As suas preferências serão aplicadas apenas a este website.

Cookies estritamente necessários

Estes cookies são necessários para que o website funcione e não podem ser desligados nos nossos sistemas. Normalmente, eles só são configurados em resposta a ações levadas a cabo por si e que correspondem a uma solicitação de serviços, tais como definir as suas preferências de privacidade, iniciar sessão ou preencher formulários. Pode configurar o seu navegador para bloquear ou alertá-lo(a) sobre esses cookies, mas algumas partes do website não funcionarão. Estes cookies não armazenam qualquer informação pessoal identificável.

Cookies de desempenho

Estes cookies permitem-nos contar visitas e fontes de tráfego, para que possamos medir e melhorar o desempenho do nosso website. Eles ajudam-nos a saber quais são as páginas mais e menos populares e a ver como os visitantes se movimentam pelo website. Todas as informações recolhidas por estes cookies são agregadas e, por conseguinte, anónimas. Se não permitir estes cookies, não saberemos quando visitou o nosso site.

Cookies de funcionalidade

Estes cookies permitem que o site forneça uma funcionalidade e personalização melhoradas. Podem ser estabelecidos por nós ou por fornecedores externos cujos serviços adicionámos às nossas páginas. Se não permitir estes cookies algumas destas funcionalidades, ou mesmo todas, podem não atuar corretamente.

Cookies de publicidade

Estes cookies podem ser estabelecidos através do nosso site pelos nossos parceiros de publicidade. Podem ser usados por essas empresas para construir um perfil sobre os seus interesses e mostrar-lhe anúncios relevantes em outros websites. Eles não armazenam diretamente informações pessoais, mas são baseados na identificação exclusiva do seu navegador e dispositivo de internet. Se não permitir estes cookies, terá menos publicidade direcionada.

Visite as nossas páginas de Políticas de privacidade e Termos e condições.

Importante: Este site faz uso de cookies que podem conter informações de rastreamento sobre os visitantes.